Postagem em destaque

Como fazer meu bebê tomar mamadeira?

Acostumado com o peito, é natural que seu bebê não queira nem saber de mamadeira. Ótimo que seja assim, pois ela pode ser a vilã do desmame ...

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Fazenda do Chocolate em Itu (SP)


Nada mais sugestivo que o nome desse lugar: Fazenda do Chocolate em Itu – SP. Aberta todos os dias, das 8:30h às 17:45h, a Fazenda do Chocolate tem entrada e estacionamento gratuitos. Mas tem que chegar cedo para aproveitar a visita. As crianças vão adorar os animais que convivem tranquilamente com as pessoas. Tem de tudo: arara, galinha, pavão, ovelha, boi, cavalo, pato, peixe. O ponto alto da visita é o passeio de pônei. Você pode levar uma foto e porta retrato da criança por R$ 20,00.


Você pode aproveitar para tomar o legítimo café torrado e moído na própria fazenda que vai muito bem com um pedaço de bolo. E falando em Fazenda do Chocolate, não poderia faltar a estrela principal: o chocolate na forma de Pirulito, bombom, barra. Tudo muito gostoso! Vinhos, queijos, pães, biscoitos e massas levam a assinatura da fazenda. Não deixe de levar o mini bolo de rolo e uma das geleias caseiras. Além disso, tem bastante opção de artesanato local para levar para casa.




O cenário é lindo e proporciona momentos de total sintonia com a natureza. A hora do almoço é privilegiada com a sombra de árvores seculares, boa comida feita no fogão à lenha e a cantoria ao vivo do Compadre Timóteo. O buffet é de R$ 32,00 por pessoa com bebidas a parte. Para quem tiver interesse, ainda é possível fazer o Roteiro do Chocolate, conhecendo de perto a relação da fazenda com a produção de cacau. O valor é de R$ 25,00 por pessoa.




Fazenda da do Chocolate
Estrada dos Romeiros, km 90
Pedregulho

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Parque Aquático Vale das Águas em Piracicaba (SP)



O parque aquático Vale das Águas, para quem não conhece ainda, vale a pena visitar! É praticamente na divisa de Santa Bárbara D’Oeste com Piracicaba (SP). Fomos levar a pequena para passar dois dias lá e foi tudo de bom!

Ficamos hospedados num chalé dentro do parque mesmo. São vários deles, de madeira, coloridos, um charme! Porém, recomendo de cara levar roupa de cama e travesseiros, pois os colchões e travesseiros do local não são lá muito confortáveis. Mas, tirando isso, o chalé é uma boa opção para ficar, até porque o foco lá dentro é outro: são as piscinas!

Há várias opções: a primeira piscina imita uma praia, cercada de areia. Tem uma queda de água no topo dela que é uma delícia. Minha sugestão é ir no final da tarde, lá pelas 15h30, 16 horas. Pois as piscinas não são aquecidas, mas com o calor durante o dia, a água esquenta. Passando por uma ponte suspensa, chegamos a mais piscinas: tem uma com o serviço de bar (mais para adultos); tem outra que é bem rasa, mas com várias quedas d’água, parecendo uma cachoeira. Mais adiante tem outra com diversos brinquedos infantis: ursos, aves e cogumelos.

Por fim, tem a piscina com os tobogãs mais altos e uma baleia como escorregador infantil. Um barato! Se você optar em ir na baixa temporada e na terça-feira, como nós fizemos, é provável que tenha uma piscina somente para você e sua família. Mais vip é impossível. As piscinas são rasas, entre 70 cm e 1,20m de profundidade. Porém, não vacile com as crianças! Quaisquer dois dedos de água já são suficientes para colocá-las em risco de afogamento.

Visando a segurança, há uma ambulância no local sempre disponível. Bom, depois de tanta piscina, dá fome, é claro! Ao chegarmos, pagamos uma taxa para utilizarmos um cartão de consumação que pode ser carregado com o valor que você quiser para poder consumir bebidas e alimentos lá dentro do parque. O almoço é cobrado por quilo e o preço é bem salgado. Por isso, minha sugestão é que você vá até o centro de Piracicaba ou até um restaurante mais próximo, mas fora do parque.

Caso sua opção seja ir para o centro da cidade, recomendo dar uma passada no parque da Avenida Beira Rio. Tem um brinquedão bem legal para as crianças lá. Depois do brinquedão, nós fizemos uma boquinha numa chopperia que tem tudo a ver com o nosso estilo de vida. Chama-se Mão de Vaca. Adorei! O lugar é bem bacana e com ambiente familiar. Outro restaurante que utilizamos foi o Estação Tupi. Esse fica a cerca de 1km do parque e o prato feito sai bem mais em conta. Também tem área kids. Bom, espero que gostem das dicas e boa viagem!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Aquário de São Paulo

Olá mamães, voltei a postar no blog depois de alguns anos. Para vocês terem ideia, hoje a minha Manu está com 7 anos! Parece que foi ontem que estava aqui comentando sobre os problemas de amamentação que tive. Mas hoje tenho um assunto muito mais divertido para comentar: passeio ao Aquário de São Paulo.

Quem ainda não visitou, deve reservar um tempo para levar as crianças.Minha primeira dica é ficar de olho nos descontos dos ingressos. Eu mesma adquiri as entradas durante a Black Friday. A outra dica é visitar durante a semana, se possível, evitando assim os finais de semana, férias e feriados.

A estrela principal é sem dúvida o Urso Polar. Dá vontade de levar para casa, mas felizmente isso é impossível e o jeito é se contentar em apreciar o animal em seu ambiente.


Nesse vídeo acima, você confere mais detalhes do passeio. Aproveite para assistir aos demais vídeos no meu canal! Abraços!